Farol de Santa Marta - SC

Sete de setembro é um feriado generoso para os curitibanos, pois dia seguinte também é folga municipal pelo Dia da Padroeira. Sei lá que padroeira é essa, mas o fato é que quinta e sexta liberou geral.

Com quatro dias livres, alguns amigos combinaram uma viagem para o sul de Santa Catarina, no inesquecível Farol de Santa Marta. São várias praias ainda não muito povoadas, com ondas grandes para o surfe, dunas para o sandboard, morros, belas mulheres... Enfim, um paraíso.

Já conhecia o lugar, mas dessa vez foi especial, fomos em 27 pessoas! Tinha de tudo: pessoal que era da Conectiva, pessoal que ainda é da Conectiva (Mandriva), amigos do surfe, da banda e mais uma galera que eu nunca tinha visto. Alugamos cinco casas, sendo quatro no mesmo terreno. Nem tente entender, lá isso é normal :)

Saímos de Curitiba às quatro da manhã do dia sete. É, quatro. Chegamos em Laguna lá pelas oito, pegamos a balsa e logo estávamos no Farol. O vento castigou e não deu um segundo sequer de trégua nos dois primeiros dias. Depois veio o frio e finalmente no domingo, o dia de ir embora, abriu aquele solzão quente... Normal.

Surfei no primeiro dia somente, mas a água estava tão congelante e o vento tão mala que nem deu vontade de entrar nos outros dias. Saí da água sem sentir os pés e os dedos das mãos. Santo banho quente.

Nas lembranças: cantoria com violão e panelas, Imagem & Ação, filação de comida no vizinho, noites no Surf Paradise, comida de gala no Sacadas, sandboard noturno na Cigana e discussões filosóficas sobre o lastimável fim do paternalismo na família.

Coisas de paraíso: sol se pondo e lua nascendo ao mesmo tempo, em um visual pirante.

Gostou desse texto? Aqui tem mais.

#compartilhe: Twitter, Facebook, Google+

comments powered by Disqus