Índice Anterior Próxima

Linguagens de programação

E como não podemos viver só editando trabalhos escolares e relatórios técnicos, nada como uma codificada em um final de semana chuvoso. E para nossa alegria, lá estão a ERs de novo.

Várias linguagens de programação possuem suporte às expressões regulares, seja nativo, como módulo importável, como biblioteca carregável, como objeto instanciável, como ... Ou seja, opções há várias.

Como cada linguagem tem sua maneira específica de receber e tratar ERs, vamos dar uma geral nas mais usadas, com dicas de uso e "pegadinhas" que podem assustar quem está começando.

Para facilitar a consulta posterior, cada linguagem tem logo no começo sua tabelinha, em que estão resumidas todas as informações que geralmente nos importam para lidar com ERs. Estas informações são:

busca   	como buscar, casar um texto
substituição	como substituir um texto por outro
divisão 	como dividir um texto em partes
ER crua 	como especificar uma ER crua
ignore M/m	como ignorar diferença maiúsculas/minúsculas
global  	como fazer uma substituição global

Dica: como regra geral, nas funções de substituição de padrões temos o formato:

troque('isso', 'por isso', $aqui)

Índice Anterior Próxima