"mas afinal, que graça tem ver a internet apenas como texto?" - indagam os incrédulos.

depende. se você está navegando despreocupadamente, a passeio, e com um link rápido, não tem muita graça mesmo, use o netscape. mas se você está com o tempo curto, fazendo pesquisas na internet e num link lento, para que perder tempo com vários tipos de fonte, tamanhos, cores, formatação desnecessária, imagens gratuitas, banners, flash, shockwave, javascript, e outras novidades tecnológicas inúteis que inventarão?

como trabalhar com o auxílio da internet para obter informações é rotina de muitos, o navegador lynx (http://lynx.browser.org) é uma ferramenta indispensável. para começo de conversa, como bom navegador texto que é, ele nem tenta carregar as imagens da página, ou interpretar javascript, flash e outras "linguagens de programação" similares, mostrando a página mais rápido que qualquer navegador gráfico.

como também não precisa se preocupar com tamanhos, cores e tipos de fontes e desenho de frames e linhas de tabela, o texto é cuspido rapidamente na tela. falando sobre tabelas, versões mais recentes do lynx até fazem algum tratamento nelas, tabulando as colunas, alinhando-as. mas sem desenhar as bordas, continua tudo apenas texto.

este é o grande trunfo do lynx sobre seus "concorrentes", sempre se tem apenas texto na tela, texto este que pode ser gravado num arquivo (comando p - Print) e "grepado" ou editado facilmente.

então para começar, pode-se chamar o programa já indicando a URL:

    lynx http://aurelio.net

ou dentro dele, coloque uma URL nova com o comando g (Go to), ou edite a URL atual com o gê maiúsculo: G (g/G, lembrou do vi?). ah! por falar em grep, para procurar um texto qualquer na página, use a barra /.

a navegação entre links e páginas é feita de forma intuitiva, utilizando as setas -> e <- para ir e voltar. as setas para cima e para baixo servem para escolher os links da página e Page Up/Down servem para rolá-la. para sair, q.

para saciar a curiosidade de quem nunca viu uma página HTML em modo texto, aqui vai um screenshot:

				 Título

   Um parágrafo normal de texto, com uma imagem: [ovni.jpg], seguida de
um   texto
  pré     formatado.

   E agora uma lista de itens e subitens:
     * segunda-feira
     * terça-feira
          + tomar banho
          + pagar contas
               o telefone
               o luz
               o água
     * quarta-feira
     * ...

   E para terminar uma tabelinha de 3 colunas:

   joão manoel              (operador)       manhã/tarde
   josé maria          (manutenção elétrica)       tarde
   jair antônio carlos       (limpeza)             noite

   Obs.: note os alinhamentos esquerda/centralizado/direita

como se pode ver, as imagens aparecem apenas com o nome entre colchetes, ou com o conteúdo do campo ALT="", caso especificado. entrando na tela de opções (comando o), podemos ignorar completamente as imagens, ou mostrá-las como links, para vê-las se quiser.

mas como ver imagens num navegador texto? basta usar um visualizador de imagens externo para console, como o zgv (veja coluna do aurelio #3). o lynx respeita as configurações de mime types e seus programas, então basta adicionar a seguinte linha em seu /etc/mailcap:

    image/*; /usr/bin/zgv %s

e ao seguir um link que aponta para uma imagem, o zgv é chamado para mostrá-la. mas mostrar imagens é uma das últimas coisas que se quer de um navegador texto, então vamos para a parte quente: extração de dados.

reforçando, como visto no exemplo, até as tabelas são representadas apenas com texto, então a extração de informação fica facilitada, não precisando ignorar caracteres embelezadores.

uma tarefa bem comum, é uma extração automatizada de dados à partir de uma página qualquer, digamos, uma que tenha a cotação diária do dólar. lááááá no meio da página, depois de quilos de banners de propaganda e links de navegação do site, tem uma linha assim:

    Dólar paralelo (08/11/2001): R$ 2,62 compra   R$ 2,67 venda 

e precisamos extrair diariamente, as cotações de compra e venda para colocar num documento local. do diariamente, o crontab se encarrega. mas como extrair apenas um trecho de uma página da internet? temos uma opção mágica para que o lynx busque a página, renderize-a e cuspa o texto na saída padrão:

    lynx -dump http://www.cotacaodolar.com.br/hoje.html

ou ainda, você pode gravar a página toda num arquivo:

    lynx -dump http://www.cotacaodolar.com.br/hoje.html > cotacao.txt

e pronto! mais da metade do caminho já está andada. com o texto na mão, basta um "pipe" e um grep e nosso problema está resolvido:

    lynx -dump http://www.cotacaodolar.com.br/hoje.html | grep 'paralelo'

e temos extraída apenas a linha com as informações desejadas, obtidas fresquinhas direto da internet. percebeu o poder disso? usando o lynx e filtros como grep, sed e awk, pode-se obter automaticamente, QUALQUER dado de QUALQUER página da internet. deixemos os planos de dominação mundial para depois e vamos continuar a estressar o assunto.

suponhamos que você precise baixar a página em HTML mesmo, ou extrair dados que estão "escondidos" nas marcações e atributos de formulários. sem problema, usando o -source baixamos a página "como ela é", igual ao "salvar como" de outros navegadores, ou o wget:

    lynx -source http://www.cotacaodolar.com.br/hoje.html > dolar.html

principalmente os que sofrem com conexões lentas, essa automatização é benéfica e econômica. digamos que você todos os dias acessa dois sites de notícia, um de esportes e um de variedades para ver as novidades do dia. então basta fazer um script rápido onde o lynx baixa todas essas páginas. então você se conecta, roda o script, se desconecta, e pode ler as notícias com calma, sem gastar telefone.

e ainda, um segundo script pode reformatar as páginas, tirando todas as propagandas, alterando fontes e cores, ou seja, uma personalização local da página para que sua leitura fique mais agradável.

mas além de obter, você também pode enviar informações automaticamente (olha lá o que você vai fazer hein?). que tal preencher formulários para várias pessoas obtendo os dados de um banco de dados local e enviá-los para um site qualquer da internet?

    echo "nome=carlos&idade=33&..." | lynx -post-data http://www.../cadastro.cgi

pa bo en me pa ba.

para ver usos práticos do lynx para envio e obtenção automatizada de informações, acesse http://aurelio.net/zz, a casa das "funções ZZ", um pacote de funções diversas para bash que usam lynx e sed para obter e formatar informações, fazendo pesquisas na internet em dicionários, tradutores, imposto de renda, cotação do dólar e outros.

além do lynx há outros dois navegadores para modo texto que trazem funcionalidades a mais e dividem a preferência dos usuários: links (http://artax.karlin.mff.cuni.cz/~mikulas/links) e w3m (http://ei5nazha.yz.yamagata-u.ac.jp/~aito/w3m/eng), que possuem, entre outros, renderização de cores, tabelas e frames, e abertura de links em outras janelas (use com o screen!). eles também contam com suporte a mouse, com direito a menu de contexto no botão direito (eca!). mas note que o links tem um problema crônico com cookies e autenticação http via proxy.

vida longa aos navegadores em modo texto, pois na busca de informações o que importa é o conteúdo, e não sua apresentação.


<--- Voltar para o índice