Arrumei o barulho no MacBook, era sujeira na ventoinha

Minha máquina de trabalho é um MacBook de 2007, que apesar da idade e do uso pesado de 10+ horas diárias, todos os dias, ainda funciona muito bem.

Porém, cerca de uns 15 dias atrás, ele começou a fazer um barulho alto, um zunido. Sabe aquele barulho chato de ventoinha (o ventiladorzinho interno), tão comum num PC? Então.

Fui deixando pra ver se ele parava sozinho, achei que poderia ser por causa do calor de Joinville. Mas que nada, só piorou. Hoje ficou zunindo o dia todo, sem parar, então resolvi deixar a preguiça de lado e pesquisar como arrumar isso.

Pelos artigos que li, muita gente resolve o problema simplesmente limpando a fila de impressão. Nem impressora tenho, então não era o meu caso. Outra possível causa seria um uso excessivo de hardware, que aumentaria a temperatura da máquina. Isso poderia ser disparado por: falta de espaço em disco, falta de RAM, permissões incorretas nos arquivos, ou algum processo desenfreado comendo toda a CPU. Infelizmente para mim, eu não me encaixava em nenhum destes problemas fáceis de resolver.

Voltei à teoria inicial de que o problema era com a ventoinha. Possivelmente o excesso de sujeira, que acumulou durante os anos de uso. Só que para confirmar isso, e limpar a dita cuja, eu teria que abrir o MacBook.

MEDO.

Faz muitos anos a última vez que abri um computador. No PC é tudo mais espaçoso, mais fácil de fuçar sem estragar nada. Notebook é um saco, tudo apertado e frágil. E como esta é minha única máquina, o risco é grande: se eu estragar, fico sem computador.

Me animei a tentar fazer o conserto quando achei este vídeo, que mostra que não tão é complicado abrir o MacBook, basta uma chave de fenda:

Fui seguindo o vídeo e deu tudo certo. Aliás, a única coisa que não foi igual foi a parte final de puxar o teclado “gentilmente”. No meu caso tive que forçar para que ele saísse.

No vídeo não fica claro, mas os parafusos são todos diferentes, é uma festa. Se você for se aventurar pelo mesmo caminho, aconselho ir guardando um por um, na ordem de remoção, para depois não se perder na hora de fechar o bichinho.

Quando consegui finalmente tirar o teclado, fiquei feliz ao ver que havia muito pó ali dentro: na placa, nos fios, na ventoinha. Maravilha! Indício de que o problema poderia ser apenas sujeira.

Limpei por cima, com o que eu tinha aqui em casa: aspirador, esponja de louça, escova de dentes e papel higiênico. Mas dentro da ventoinha ainda tinha muita sujeira, eu precisava abri-la para limpar.

Por sorte foi fácil, bastou desconectar o cabo, desgrudar a fita metálica e remover os dois parafusos pretos. Mais uma forcinha e pronto, a tampinha saiu.

Com a ventoinha na mão, consegui limpá-la usando a escova de dentes. Tinha muito pó grudado em suas pás. Mas saiu fácil, coisa rápida.

Já que estava na faxina, resolvi colocar um pouco de lubrificante (WD-40) no miolo da ventoinha, para que ela deslize melhor. Não sei se isso é aconselhável (não é, veja os comentários deste post), mas de qualquer forma não coloquei muito. Uns giros para escorrer o excesso, mais uma limpezinha e pronto.

Agora era só montar tudo de novo e rezar para que:

  1. O computador ligue.
  2. O barulho tenha sumido.

Recoloquei a ventoinha, e fiz o caminho inverso do vídeo para recolocar os parafusos.

Felizmente para mim, esta história não teve um final dramático. Ao ligar, tudo funcionou de primeira e agora estou aqui digitando este texto em meu MacBook silencioso :)

Tem mais algumas fotos lá no Picasa.

— EOF —

Gostou desse texto? Aqui tem mais.

comments powered by Disqus