E agora pra variar… um vídeo! :)

É, gostei da brincadeira de fazer vídeos :)

Fiz mais um, e este agora traz duas mudanças importantes:

  • HD – Alta Definição: Aprendi a fazer vídeos em alta definição e de agora em diante todos serão assim. É muito massa ver em tela cheia, com a imagem bem nítida, podendo ler facilmente até os textos com as letras menores.
  • YouTube: Decidi não fazer vídeos maiores que 10 minutos para poder usar o YouTube no lugar do Vimeo. Lá tenho mais ferramentas, como por exemplo fazer anotações no meio do vídeo, que torna a brincadeira mais interessante. E como todo mundo tem uma conta no Google, também fica mais fácil de colocar comentários, apertar a mãozinha e se inscrever.

Ah, também fiz uma tela inicial com o título do vídeo, pra informar nos primeiros segundos do que se trata. E claro, um pequeno spam no rodapé divulgando o site e o twitter :)

Continuo sem saber porque estou fazendo estes vídeos, mas está sendo divertido. De qualquer forma é interessante registrar como é minha rotina de trabalho hoje, pra daqui alguns anos, sei lá. Nos próximos vídeos também vou experimentar outros temas, menos nerds, para ver como fica.

Mais pra frente, de repente isso pode se tornar uma fonte de renda. Quem sabe fazer alguns cursos completos de shell, expressões regulares, sed, ou sei lá o quê. Acho muito didático esse lance de vídeo, seria massa. Mas por enquanto continuo nos experimentos somente.

Bem, mas vamos lá, falar sobre o vídeo novo :)

Dessa vez mostrei como acontece a interação com outros programadores. Como faço para deixar outro programador editar diretamente o código-fonte do meu programa, e como acompanhar o que ele mudou e quando mudou, usando o SVN (Subversion).

Seguindo a mesma linha dos vídeos anteriores, este também foi sem ensaio, sem cortes e sem edição. Gravei meu trabalho real, do início ao fim. O trabalho em questão foi revisar a tradução para espanhol do MoneyLog enviada ao SVN pelo Gonzalo Nemmi (o mesmo que traduziu o canivete).

Divirta-se:

  • 02:07 – Como adicionar um membro ao projeto no Google Code.
  • 02:39 – Como saber que o código foi alterado? Ver a listagem de mudanças.
  • 03:00 – O que foi alterado? Ver o diff do Google Code.
  • 03:30 – Atualizar o repositório local do SVN com o código mais recente.
  • 04:40 – Testar as alterações.
  • 05:14 – Arrumar pequenos problemas no código novo.
  • 06:16 – Enviar minhas alterações para o servidor SVN (commit).
  • 07:10 – Feito! Conferir as mudanças no Google Code.

Se você gostou, vai lá no YouTube e clica na mãozinha embaixo do vídeo!

Se quiser também pode apertar o botão Inscrever-se lá em cima para ser avisado quando sair um vídeo novo.

Veja também os outros vídeos:

— EOF —

Gostou desse texto? Aqui tem mais.

comments powered by Disqus