A lua, a pedra e o amor

Lua Rosada

Lua Dourada

Lua Prateada

Rosada,
A lua cheia surgiu enorme no horizonte
Céu azul, mar calmo, sem vento
Seria hoje?

Dourada,
A lua cheia seguiu seu caminho
Nas montanhas, o sol se punha preguiçosamente
Sim, aquela seria uma noite especial

Prateada,
A lua cheia reinou absoluta
A noite caiu em um céu limpo, sem nuvens
É hoje!

— Vem, vem, vem!
— Vamos ver a lua lá na balsa!

No meio da Baía de Guaratuba
Um casal apaixonado flutuava
Abraçados, admirando a lua cheia
Sorriso sereno no rosto
Satisfação
Paz

Mas ela nem imaginava o que ainda viria…

— Vamos na nossa pedra?

Na pedra em frente ao Hotel Caiobá
Um casal relembrava seu primeiro beijo
Foi a mais de um ano, na noite do luau
Ela estava linda naquele vestido colorido
Já nas primeiras palavras, encantaram-se
Foram horas de conversa, histórias e sorrisos
Beijaram-se ao amanhecer

Aquela pedra também ouviu o primeiro “Eu te amo”
Meses depois, quando já namoravam
Terminada a declaração emocionada, a noite virou
Uma chuva forte caiu repentinamente
Relâmpagos e trovões comemoravam a novidade
O céu estava em festa
Sentindo-se tocados pelo divino
Voltaram caminhando na chuva, abraçados

Mas além das lembranças felizes
Aquela noite teria sua própria história
A pedra mais uma vez marcaria suas vidas

Ele ajoelhou-se
Olhando nos olhos dela
Disse o quanto a amava
Disse o quanto era feliz ao seu lado
Disse que a queria para a vida toda

Tirando um anel do bolso, perguntou:

— Morgana, casa comigo?
— Sim

— EOF —

Gostou desse texto? Aqui tem mais.

comments powered by Disqus