Hino Nacional Brasileiro

Bandeira do BrasilMe pesou a consciência ter maculado nosso Hino no anúncio do MiGuXeiToR, então vou tentar me redimir dedicando a coluna Sonzeira do Mês de Maio a ele.

Primeiro, um pouco de história para você lembrar-se da época em que tacava bolinhas de papel na cabeça de seus coleguinhas:

O hino nacional foi tocado pela primeira vez em 1831, ele foi tocado por quase um século sem ter oficialmente uma letra. Foram muitas as tentativas de acrescentar um texto à música que não deram certo, pois em sua maioria não possuíam versos bons: alguns eram carregados de ressentimentos e insultavam os portugueses; outros eram cheios de bajulações ao soberano reinante. Assim, só em 1909 a composição de Francisco Manuel da Silva ganhou a letra de Joaquim Osório Duque Estrada. No ano de 1922, Epitácio Pessoa oficializou a letra como Hino Nacional Brasileiro. (saiba mais)

Lembrou? Então agora você já pode ir até a página do Hino na Wikipédia para saber mais sobre sua criação, seus autores e história. Há também algumas curiosidades. Você sabia que a parte instrumental no início do Hino possuía uma letra? E bater palmas no final, pode ou não pode?

Você sabe toda a letra do Hino Nacional de cabeça? Quando eu estava no colégio e cantava sempre, sabia. Hoje tem algumas partes em que troco as bolas ou esqueço das palavras. “Braço forte” e “estrelado” já não me pegam mais, mas depois do “Salve! Salve!” é uma vergonha: canto “Brasil, nãnãnãnã” e vou murmurando baixinho até ouvir o cara do lado cantando para saber qual das frases é agora…

Sempre fico emocionado e canto com bastante vigor a parte final:

Mas, se ergues da justiça a clava forte,
Verás que um filho teu não foge à luta,
Nem teme, quem te adora, a própria morte,
Terra adorada,
Entre outras mil,
És tu, Brasil,
Ó Pátria amada!

Se você também tem dificuldade para entender do que fala a letra, já que as frases usam ordem indireta (tudo trocado de lugar) e palavras antigas, confira as versões mais amigáveis: Hino Nacional em ordem direta e simplificado. Veja o mesmo trecho citado anteriormente, agora na versão simplificada:

Mas se levantares a arma forte da justiça,
Verás que um brasileiro não foge de uma luta!
E quem te adora não tem medo nem da morte.
Brasil, Pátria querida,
Entre tantas outras nações,
Tu és a mais adorada.

E que tal ver a letra do nosso Hino traduzida para outros idiomas? Em uma rápida pesquisa já pipocaram vários: inglês (traduções literal e livre), alemão, espanhol, francês, italiano e polonês. Se eu fosse um índio, ia me sentir ofendido em cantar o Hino de uma pátria que me foi imposta com barbárie, mas como curiosidade há traduções para o Tupi e o Guarani.

Tá, você já decorou a letra. Que tal praticar a cantoria agora, para fazer bonito quando precisar cantar o Hino em praça pública? Levante-se da cadeira, fique com o corpo reto, e olhando para o horizonte com um semblante de respeito à sua nação, cante com o Karaokê do Hino (MIDI).

Depois que ficar craque no karaokê, encare o desafio final de cantar o Hino junto com a banda e coral do Exército Brasileiro. Achei essa versão muito chocha, faltou emoção. Ainda mais vinda do Exército. Eu esperava brados retumbantes e batidas fortes, mas não passou de uma execução normal… Se teu computador sabe o que é um arquivo OGG, há versões instrumental e de coral feitas pelo Ministério da Educação. Estas estão mais empolgadas.

Por fim, se você for músico e quiser tocar o Hino, basta ler a partitura. Os nomes Encore e Finale te dizem algo? Então baixe os arquivos daqui.

Ufa! Acho que me redimi.

E você, tem alguma história, link ou informação adicional sobre o Hino? Contribua com esse texto, participando nos comentários!

— EOF —

Gostou desse texto? Aqui tem mais.

comments powered by Disqus