Por que tenho um blog?

Oi pessoal. Estou há alguns (vários) dias sem escrever por vários motivos, em especial uma visita de 10 dias à Curitiba, com direito a inflamação na garganta, febre, tremedeiras, gripe, renite… Ah, que saudade de Matinhos…

Esses dias estava pensando sobre o blog e comecei a me fazer algumas perguntas, tipo crise existencial adolescente: urgente, devastadora e passageira.

  • Por que tenho um blog?
  • Por que tenho que escrever nele?
  • Por que levo horas para escrever cada texto (post)?
  • Quanto tempo de minha vida já investi nele?
  • O que já ganhei de retorno?
  • Vale a pena continuar?
  • Por que não apago tudo e vou jogar Super Mario?

Apesar da idéia de jogar Mario ser realmente tentadora, resisti ao ímpeto da solução dramática imediata.

Tá. Já que não vou apagar tudo, vou ter que responder minhas próprias perguntas, de repente o caminho se “alumia”.

Por que tenho um blog?

  • Porque me faz bem.
  • Porque é um canal de comunicação com as pessoas que se importam comigo.
  • Porque é a central de notícias de meu micro-universo, para quem se interessa pelas coisas que faço e crio.
  • Porque isso vai fazer de mim um popstar rico famoso rodeado de mulherada. (Definitivamente não.)
  • Porque é grátis. E viva os pão-duros! \o/

Por que tenho que escrever nele?

  • Porque gosto de escrever.
  • Porque as pessoas que se importam comigo querem saber as novidades.
  • Porque as pessoas que se interessam pelas minhas crias querem saber as novidades.
  • Porque blog sem novidades é blog morto.

Por que levo horas para escrever cada texto (post)?

  • Porque sou um maldito nerd perfeccionista.
  • Porque erros de português são feios.
  • Porque releio todo o texto várias diversas muitas vezes.
  • Porque o texto só fica bom quando não tem mais o que retirar dele.
  • Porque pesquisas no Google e Wikipedia podem proporcionar viagens fantásticas a lugares exóticos.

Quanto tempo de minha vida já investi nele?

  • Muito, demais.
  • Nem quero saber o número exato para não entrar em outra crise.

O que já ganhei de retorno?

  • Alegrias
  • Amigos
  • Contatos
  • Histórias
  • Incentivo e motivação
  • Acessos ao meu site.

Vale a pena continuar?

  • Do ponto de vista financeiro, definitivamente não. Nem anúncios tenho aqui.
  • Do ponto de vista de tempo de vida investido, não. Ir para o mar é melhor.
  • Pelo retorno recebido, sim. Fico muito contente ao ler cada comentário ou saber que algum texto daqui foi útil ou inspirador a alguém.

Por que não apago tudo e vou jogar Super Mario?

  • Não apago porque quero continuar recebendo o retorno positivo dos leitores.
  • Mas negar um Super Mario é sacrilégio, então, fui!
— EOF —

Gostou desse texto? Aqui tem mais.

comments powered by Disqus