Canivete em PDF

Esses dias fui consultar o Canivete Suíço do Shell procurando por uma opção do comando test. Encontrei rápido, mas pensei como seria bom ter esse documento impresso para deixar na mesa ao alcance da mão, agilizando as consultas.

Sim, eu também preciso consultar meus próprios textos. A memória aqui não funciona muito bem no calor… Nem no frio. Nem no tempo ameno! :)

Fui imprimir mas parei quando vi que iam ser 13 páginas! Caramba, nem eu imaginava que tinha tanta coisa assim nesse canivete… Tentei diminuir o tamanho da fonte, troquei algumas configurações, mas no fim ficou feio, desengonçado e sem uma ordem lógica. Ia ser difícil achar alguma coisa ali. Era preciso uma abordagem mais hardcore.

Lá fui eu abrir o NeoOffice (versão do OpenOffice.org para Mac) para brincar de tabelas, fontes e espaçamentos, para fazer tudo caber no menor número de páginas possível. Em meia hora eu acabo, pensei. Cuá cuá.

Já no início lembrei que eu costumava fazer muito disso anos atrás, para comprimir todas as letras de um CD em uma única folha. Eu fazia, mas era extremamente chato.

Necessidades de épocas pré-Internet… Eu alugava o CD, gravava em fita k7 e digitava as letras do encarte, para poder cantar depois. Não rolava comprar o CD, punk e hardcore naquela época, só importando. E vocês aí achando que é trabalhoso baixar mp3 e procurar as letras no Google…

Uma década depois, os processadores de texto evoluíram, mas a chatice dessa tarefa continua a mesma. São vários pontos a acertar, com o detalhe que mexer em um estraga o outro: tamanho da folha e suas margens, tamanho, tipo e espaçamento da fonte, espaçamento das colunas da página, espaçamento e bordas da células das tabelas, e assim vai.

Como a idéia é muito texto em pouco espaço, cada décimo de milímetro é importante. É tipo brincar com o cubo mágico, um movimento aparentemente certo estraga toda a composição que já tinha sido feita. Move essa tabela para cá, puxa a outra de lá… Mas enfim, após quatro horas tentando manter a sanidade enquanto o texto zombava de mim, venci.

Gostei muito do resultado, nada como ter nas mão o papel impresso. Rápido de achar, agradável de ler. Consegui deixar tudo em duas folhas (frente e verso), colei com durex e dobrei em sanfona, ficando um único folheto recheado de shellzisses.

Mas de que adianta tudo isso se apenas eu puder usufruir deste benefício? Nasce um novo produto das Organizações Verde Inc., o PDF do canivete. Por 5ão você leva.

Você tem alguns trocos na sua conta do PayPal e não sabe como gastar? Taí uma sugestão. Mas se você achar que cinco beija-flores não valem as horas economizadas de seu tempo, faça você mesmo ;)

Atualização em 07/05/2010:
Liberou geral: PDF do Canivete Suíço do Shell agora é gratuito

— EOF —

Gostou desse texto? Aqui tem mais.

comments powered by Disqus