Dica de banda: Carbona

Há alguns vários anos atrás (estou ficando velho…) ouvi falar de uma banda carioca chamada Carbona. Na época ouvi duas músicas deles. Eram em inglês e pareciam uma imitação barata de Screeching Weasel. Não me comoveu, achei palha. Banda brasileira cantar em inglês é megapalha.

Eis que em 2006 lá estava eu vasculhando os vários CDs de MP3 que recebi como pagamento pela apostila de shell, que já estavam há tempos empoeirando esperando para serem ouvidos no “dia que eu tivesse tempo”. No CD número 13, enviado pelo gaúcho Igor, tinham algumas músicas do Carbona.

Lembrei que a banda era palha (já contei que de música eu não esqueço?), mas como os nomes das músicas estavam em português, resolvi conceder-lhes uma segunda chance.

CARBONA É MUITO MASSA! :D

Já baixei várias músicas dos caras e quanto mais ouço, mais gosto. São mesmo o Screeching Weasel brasileiro. O vocal imita todos os trejeitos e firulas do gringo (uã-ô-ô-ôu) e o instrumental é idêntico: punk rock bubble gum ramonístico.

Ser uma banda que imita outra gringa é algo deprimente, mas nesse caso o fato de soarem igual, cantarem em português (ou melhor, carioquês) e terem letras muito engraçadas fez toda a diferença. É a sonoridade já conhecida do Weasel contando histórias colegiais em pérolas como “Meu primeiro All-Star”, “Sessão da Tarde”, “Esqueletos Em Todo Lugar” e “Ela Não Quis Ir Comigo Pro Cinema”. Recomendo!

“Sexta-feira à noite vou jogar fliperama
Quem sabe eu encontro com a garota do Pinball
Chego e vejo quem na máquina lá do canto?
Ignorando os jogos de última geração
Vejo ela sorrir com o bônus de bola extra
Eu faço um comentário e ela não dá atenção.”

— EOF —

Gostou desse texto? Aqui tem mais.

comments powered by Disqus